Geografia

Ocupação da Região Norte do Brasil


A ocupação da Região Norte, iniciada ao longo dos rios, concentrou o povoamento nas margens.

A partir da década de 1960, a construção de rodovias, como a Belém-Brasília, a Transamazônica, a Cuiabá-Santarém e a Marechal Rondon, facilitou a interiorização.

A distribuição de terras para assentamento rural atraiu migrantes, que ocuparam as margens das estradas, dando início à aceleração do processo de desmatamento.


BR-230 Rodovia Transamazônica - terceira maior rodovia do Brasil, com 4 223 km de comprimento, ligando a cidade de Cabedelo, na Paraíba, à Lábrea, no Amazonas, cortando sete estados brasileiros: Paraíba, Ceará, Piauí, Maranhão, Tocantins, Pará e Amazonas.

Nos anos 1980, o governo ofereceu incentivos fiscais para grandes projetos agropecuários, que devastaram extensas áreas para formação de pastagens. O manejo incorreto do solo, a ocupação indiscriminada e a poluição química dos garimpos ainda provocaram grande dano ambiental.


Imagem ilustrando os projetos agropecuários - Pará

Nesta região, também ocorrem graves conflitos de terra entre produtores rurais, pressão por desmatamento e indígenas, causando inúmeras mortes na região.


Aproximadamente 60% dos envolvidos em conflitos são indígenas, quilombolas e posseiros.